Prevenção da próstata

Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que a maioria dos casos ocorrem a partir dos 60/65 anos”, diz José Luiz Fuser Jr, mestre em Oncologia pelo Institute of Cancer Research, especialista em Radioterapia pelo The Royal Marsden Hospital Foundation Trust (UK) e radioterapeuta na São Carlos Saúde Oncológica (RJ).

No entanto, além da idade, fatores genéticos também representam risco maior para o câncer de próstata, uma vez que tanto a incidência como a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos. De acordo com o INCA, pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos pode aumentar o risco de se ter a doença de 3 a 10 vezes comparado

à população em geral, podendo refletir tanto fatores genéticos (hereditários) quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias.

“Não existe uma prevenção específica para o caso de câncer de próstata, a não ser quando diagnosticado de forma inicial”, alerta o radiologista. Segundo ele, a combinação do exame de PSA (sangue) e o toque retal são a chave do sucesso. “Em geral, de 20% a 25% dos tumores de próstata têm PSA normal e esses casos só serão descobertos com o toque retal. Recomenda-se os dois exames para todos os homens a partir dos 50 anos. Em caso de histórico familiar, essa avaliação deve começar antes”, reforça o radioterapeuta.

Rua Pinto Madeira, Nº 535, Sala 2 - Centro

  • Facebook Basic Black
  • Google+ Basic Black
WhatsApp

/

© Clínica de Saúde Familiar. Todos os direitos reservados.